WEB BLOG
this site the web

He loves


 
O que a deixou assim tão triste? Porque andas tão pensativa? Será que esqueceu o quanto ele te ama! Quantas vezes teve que te conquistar quando por algum motivo ficava zangada, quantas vezes te olhou tão profundamente fazendo-a perguntar: Por que me olhas? O que deu em você pra ficar assim tão destruída, longe, desacreditada, esqueceu-se das flores? Do tempo e ansiedade que ele com amor adentrava nas flori culturas em busca do melhor arranjo escolhendo o buquê mais bonito e dizendo para o vendedor que tratava-se da mulher mais linda e especial do mundo, sentava-se e pedia um papel para escrever em meio ao tumulto um verso ou poema que conseguisse expressar o que nunca conseguiria por saber que espaço não havia, em como ficava sentado na calçada te esperando sair do trabalho para te fazer uma surpresa só pelo prazer de estar com você, de como ficava tentando te telefonar para dizer simplesmente eu te amo, das noites em que saia em busca de algo pra você comer mesmo que fosse um chocolate, das lojas e lojas em que arduamente procurava o presente ideal e por não achar suficiente comprava até o último centavo e fazia tudo isso pensando em como você reagiria ao receber.  O que deu em você pra ficar ai pensando que ele não merece o seu amor, pare por um momento apenas e lembre-se de quando tudo estava complicado de como aquela cama pequena e estreita os juntavam contrariando a lei da física só para estarem unidos de corpo e alma de como seus sonhos se cruzava a todo instante, de como as madrugadas serviam pra vocês se amarem a luz das estrelas, dos beijos fulminantes, amasso e abraços como dois adolescentes que descobrem o significado da palavra querer. Olha pra você agora, pensando em coisas tão pequenas, coisas que apodrecem a alma e murcha o peito te fazendo pequena, aprenda que para se amar uma mulher como ele te amou leva tempo, determinação, vontade, esperança... Coragem para desafiar os olhos receosos daqueles que duvidaram que dissessem: Vocês nunca conseguirão! E agora vem você colocar o livro em cima da mesa e dizer que não lhe interessa o fim. Que essa história ficará sem final feliz. Aprenda que castelos são para Reis e Rainhas. Você já parou pra pensar em quantas lágrimas saíram dos olhos daquele que por não ter para te dar se isolou completamente esperando um único perdão, esperando um sorriso em meio a tantas tribulações, ele recusou as terças de futebol porque você não gostava de ficar sozinha, ele abriu mão dos amigos por saber que os amigos o mentiam afastado de você, já parou pra pensar que de tanto reclamar ele aprendeu a se calar, já passou pela sua cabeça que palavras sufocam! Agora fica você ai fazendo mil indagações, buscando seus interesses, ego entrizando os seus pensamentos em prol de um egoísmo mal decifrado, desacreditado. Vire-se! Reaprenda a perdoar. Deixe-o te abraçar bem forte, te rodar no colo, te molhar, te fazer cocegas, te deitar no chão para rirem juntos do devaneio que é a paixão. Deixe-o gritar bem alto dizendo que te ama, não tenha vergonha de ser feliz afinal felicidade é um castelo que fica lá no alto da montanha com aquela donzela de branco presa pelas decepções da vida, amarrada pelo "possível cansaço de dias iguais", isolada pelos sonhos impossíveis até que... Aparece-lhe ao longe montado num cavalo branco um homem valente com sua espada em punho para te salvar daquilo que você mais temia... A solidão.

5 comentários:

Naat Viana disse...

Obrigada por seguir meu blog. ;D Fico feliz que tenha gostado. Adorei seus escritos! Li pouco, mas pelo que li, já vi que vale a pena. Parabéns!

Feeh disse...

Nossa Fernando estou sem palavras para esse texto, me identifiquei um pouco.
e parabéns você escreve maravilhosamente bem.

Paty Mota disse...

Fernandoooo

Brigada pela visitinha no meu blog.

E pode mandar viu pra se candidatar ao cargo... srsrs

Adorei seu blog.

Te seguindo e sempre vou passar por aki.

Beijokas

Yohana SanFer disse...

Li e reli! Gostei mto Fernando! Esse coração não pode mais negar e reconhecer o tal do amor!rs
bjs

Jorge Freitas Soares disse...

Imagem de Jorge Freitas soares, retirada sem autorização do Blog Momentos e olhares.... já ouviu falar de direitos de autor?

Jorge Soares

 

W3C Validations

Cum sociis natoque penatibus et magnis dis parturient montes, nascetur ridiculus mus. Morbi dapibus dolor sit amet metus suscipit iaculis. Quisque at nulla eu elit adipiscing tempor.

Usage Policies